Decoração pra Vida Real

Meu negócio é te ensinar tudo que sei sobre decoração sem segredos

e te ajudar a decorar sua casa sem enrolação.

Baixe grátis o guia "Arrume sua estante como um designer"

Guia definitivo da iluminação sem gesso

Deixa eu adivinhar.

Você sabe que uma boa iluminação pode fazer seu espaço parecer maior e mais convidativo mas acha que pra dar certo precisa fazer um forro de gesso.

Como você não quer gastar dinheiro nem ficar espirrando uma semana com a poeira, vai vivendo com aquela lâmpada pendurada no teto. Acertei?

Pois pode se animar. Eu vou te mostrar como criar uma iluminação bacana sem gesso.guia-definitivo-iluminacao-sem-gesso

foto via The Design Files

Guia Definitivo da Iluminação Sem Gesso

Passo 1: Use 3 tipos de luz em todos os ambientes

Geral ou ambiente – Luz que é distribuída igualmente por todo o ambiente, vem de um ou mais pontos de luz no teto.
De trabalho – Luz dirigida para uma tarefa específica como ler, trabalhar ou cozinhar, vem de luminárias ou lâmpadas com foco dirigido e luz direta.
Decorativa ou de destaque – Luz mais suave usada para dar aconchego, vem de luminárias com luz indireta.

Passo 2: Padronize as luminárias de teto

Usar luminárias com o mesmo formato e material na iluminação de teto de todos os ambientes, além de dar unidade visual à decoração, ajuda a economizar.

Escolha equipamentos simples de materiais duráveis, por exemplo alumínio com acabamento em pintura na cor branca.

Passo 3: Distribua luminárias de trabalho e decorativas em pelo menos 2 pontos de cada ambiente

Luz de trabalho – Luminárias de piso ou mesa com foco direcionável próximas a mesas de trabalho e assentos usados para leitura, trabalho ou estudo.
Luz decorativa – Abajures, pendentes, pequenas luminárias com difusores opacos, velas, luzinhas de Natal, vale tudo para iluminar todos os cantinhos com equilíbrio.

Passo 4: Escolha uma peça de destaque para cada ambiente

Cada espaço merece uma peça de iluminação interessante, o que não quer dizer cara. Uma alternativa charmosa e mais barata é usar cúpulas pendentes.

Podem ser revestidas de um tecido colorido ou estampado ou usar um material com uma textura diferente como fibra natural, metal e até papel.

Esses pendentes ficam bacanas na sala em cantinhos pouco iluminados, sobre o bar, ao lado de sofás e poltronas, ao lado da cama, sobre a mesa de jantar, no hall de entrada e até na cozinha.

Para você não se perder na hora de comprar as luminárias da sua casa eu criei um guia e um infográfico que explicam o que é cada equipamento e como usá-lo. Guarde no seu painel de iluminação do Pinterest.

IMPORTANTE: Como o objetivo é criar uma iluminação sem gesso, todas as luminárias de teto devem ser de sobrepor, independente do modelo escolhido. Os modelos de embutir só servem quando há forro de gesso.

Assista o vídeo 3 Coisas que Você Precisa Saber para

Transformar a Iluminação da sua Sala em 1 Final de Semana.

Guia de Luminárias

Plafon

Plafon é uma luminária de sobrepor presa rente ao teto.

Pode fornecer luz direta ou indireta, que é quando o equipamento tem um anteparo que faz a luz refletir para cima e não para baixo.

Como usar: Em salas, quartos, banheiros, cozinha e área de serviço. Nos ambientes de “trabalho”, como cozinhas e banheiros, prefira os plafons de luz direta que vão facilitar as tarefas de cozinhar, fazer maquiagem e se barbear.

Já nos quartos prefira plafons de luz indireta, assim quando você estiver deitada a luz não vai incidir direto no seu olho.

guia-definitivo-iluminacao-sem-gesso-plafons
Prefira luminárias de luz direta ou difusa nas salas e de luz indireta nos quartos

Spot de sobrepor ou de trilho

Este tipo de luminária de luz direta é presa diretamente no teto, diferente do spot de embutir que precisa do rebaixo de gesso.

Pode ser uma peça única com 2, 3 ou 4 lâmpadas que podem ser direcionadas para locais diferentes ou você pode comprar o trilho eletrificado a metro e a quantidade de spots que quiser e montar o seu próprio projeto.

Como usar: Em salas, cozinhas e escritórios

guia-definitivo-iluminacao-sem-gesso-spots
Você pode comprar luminárias com spot prontas ou montar a sua com trilho eletrificado

Pendente

É uma luminária suspensa de luz direta ou indireta

Como usar: É o modelo mais flexível e pode ser usado em qualquer ambiente como luz geral ou decorativa

Lustre ou candelabro

É um tipo de pendente, geralmente muito decorado para diversas lâmpadas ou velas, que ficam expostas.

São aqueles modelos tradicionais de vidro ou cristal, mas hoje você já encontra modelos de acrílico colorido.

Como usar: É tradicionalmente usado sobre mesas de jantar, no topo de escadarias e em halls de entrada

guia-definitivo-iluminacao-sem-gesso-pendentes
Pendentes podem ser usados em qualquer ambiente como luz geral ou decorativa

Luminária de mesa

Quando tem cúpula são também chamadas de abajour mas podem também ter foco direcionável. Existem modelos com formas esculturais que cumprem função exclusivamente decorativa.

Como usar: As de foco direcionável são boas opções como luz de trabalho sobre mesas de escritório, estudo ou cabeceira, já os abajours são excelentes luminárias decorativas em qualquer ambiente sobre mesas, aparadores, racks, buffets, bares e até cristaleiras.

Luminárias de piso

Às vezes são chamadas de coluna e como as de mesa podem ter cúpula, foco direcionável ou uma forma escultural.

Como usar: São uma boa opção ao lado de sofás e poltronas quando não há espaço para uma mesa apoiando uma luminária de mesa. Contudo são os modelos mais caros do mercado.

Arandela

É o nome dado à qualquer luminária de parede.

Como usar: Se você não se incomoda com a fiação aparente e quer dar uma pegada mais industrial pra sua decoração, pode fixar arandelas em qualquer ambiente como luz decorativa ou de destaque.

guia-definitivo-iluminacao-sem-gesso-infografico

Uma última orientação.

Ao escolher o equipamento leve em consideração o tamanho da peça em relação ao tamanho do ambiente.

Por exemplo, se a sua sala é retangular e o teto mede 4×3 metros, um plafon redondo de 30cm de diâmetro vai ficar muito pequeno e perdido no teto, sem contar que não vai dar conta de iluminar a sala toda.

Prefira um plafon retangular no formato da sala ou um trilho com vários spots.

Quer aprender o truque #1 dos designers de interiores para criar uma iluminação aconchegante?

13 Respostas para Guia definitivo da iluminação sem gesso

  1. Oi Simone. tenho uma área gourmet com telhado de madeira e gostaria de harmonizar os pendentes. Tenho 3 pontos em cima da bancada e dois centrais. Os em cima da bancada foi fácil escolher. Preto escovado com cobre por dentro. Afora não sei como escolher os centras e que ilumine bem. Obrigada pela atenção

    • Oi Sabrina, muito difícil palpitar assim sem te conhecer nem ver o espaço. Minha sugestão seria que você escolhesse um modelo simples na cor preta para acompanhar os pendentes sobre a bancada. Sua preocupação deve ser com a quantidade de lâmpadas da peça para garantir que a área fique bem iluminada. Já leu os posts sobre como escolher pendentes e plafons? Lá eu ensino a calcular quantidade de luz necessária e como escolher as peças. Espero ter ajudado. Beijo grande : )

  2. Simone no meu apartamento minha cozinha é integrada com a copa, gostaria de usar iluminação spot em trilho na copa, posso usar a msm iluminação da copa na cozinha e nos outros cômodos ? Msm minha cozinha já sendo rebaixada em gesso com um único ponto de luz? At.Marcio

    • Olá Marcio, usar o mesmo tipo de luminária em áreas integradas é bacana porque dá unidade. No entanto a cozinha precisa de uma iluminação mais intensa e que ilumine todos os pontos do ambiente. Usar spots na cozinha pode deixar cantos sem iluminação já que sua luz é dirigida. Espero ter ajudado.Abraço.

  3. Olá Simone.
    tenho apenas um ponto de luz na cozinha e quero ela bem clara. Porém estou na dúvida no tipo de plafon que devo usar. Ou se ficaria bom usar spot. O que vc acha?

    • Oi Janaína, se você só tem um ponto de luz o melhor é usar uma luminária do tipo calha para lâmpadas fluorescentes tubulares. Elas são retangulares e compridas e vão distribuir bem a luz pela cozinha. Beijo grande.

  4. Oi Tereza, se você só tem um ponto de luz no teto eu sugiro usar uma luminária de sobrepor do tipo calha com refletor para 2 ou 3 lâmpadas fluorescentes tubulares de 40W com Índice de Reprodução de Cor (IRC) mais próximo de 100 possível. Assim você garante uma boa iluminação geral. Se puder, coloque uma luminária de chão, de foco articulável ao lado de cada estação de trabalho, assim você garante que não haja áreas de sombra para as manicures. Sucesso!

  5. Simone os spots podem funcionar bem? a iluminação fica boa para um trabalho manual minucioso como fazer as unhas?

  6. Oi Simone, vou abrir um espaço para unhas e o teto não é de gesso, como fazer pra ter uma boa iluminação sem quebrar o teto?

  7. Olá Simone, ótima matéria. Eu gosto muito de luminárias pendentes, tanto pela beleza quanto pela praticidade. Mas há alguma maneira de instalá-las sem que os fios fiquem aparentes e sem quebrar paredes e tetos? Obrigada! Bjs.

    • Olá Mônica, se você não quer quebrar nada e quer esconder os fios, a única solução são as canaletas de PVC. Uma maneira de camuflá-las é pintando da mesma cor da parede mas eu sinceramente acho mais “honesto” deixar o fio à mostra. Escolha um fio elétrico mais bonitinho e vai com tudo. Eu costumo usar aquele preto cilíndrico mas em algumas lojas já é possível achar fio encapado com tecido. Beijo grande e obrigada pelo comentário.

  8. Oi Simone, bom minhas lâmpadas são as econômicas e leds. Eu tenho interesse, em uma iluminação mais clara, porque minha sala é escura e não tem janelas. Tenho apenas uma porta larga na frente e a sala é integrada na cozinha, então esse post me deu muitas idéias. Obrigado,bjsssss

Assine o Canal MeuEstiloDecor e receba as novidades: